O Caminho para o Auge

A jornada da vida começa com o primeiro choro de um bebê. Porque nascemos, estamos destinados a continuar a viver. Em outras palavras, coloque sua atenção no seu projeto de vida e continue a seguir o caminho à sua frente.

Qual é o auge de sua vida? O auge da vida é o nosso destino final, a morte. Apesar do auge da vida de cada um ser diferente, ninguém além de Deus sabe onde ou quando iremos chegar lá. Em algum momento ou outro, todos atingem o auge, mas até que isso aconteça não se sabe que tipo de lugar é. O ponto que cada um atinge é individual, e nenhum é igual. Quando se pensa nesse auge como o topo da montanha, deve-se lembrar que o trajeto nem sempre é por cima, mas pode também ser por baixo, debaixo da terra, em escuridão total.

Quando se escala uma montanha, cada passo deve ser dado com cuidado e firmeza. Um ligeiro descuido pode causar um escorregão e uma queda num precipício. Mas pondo isso de lado, a sensação que se tem quando finalmente se chega ao pico da montanha é verdadeiramente magnífica. As pessoas se esforçam vencendo dores e dificuldades para poderem ser capazes de subir a montanha até seu pico para sentir a sua magnificência. Atingir o pico da vida também é assim, deve-se fazê-lo passo a passo e manter-se diligente em meio as dores e dificuldades da jornada da vida.

O que é exatamente a magnificência do auge da sua vida? No mundo há muitos tipos de ensinamentos sobre o caminho que se pode seguir, mas não são todos os caminhos que levam a um auge magnífico. Por que isso acontece? Apesar da variedade de caminhos maravilhosos para atingir esse auge magnífico, depende de cada um colocar em prática esses ensinamentos. Por exemplo, jogar lixo na rua e em lugares públicos é um ato que todos sabemos que é errado, mas apesar de saber disso, não são todos que evitam fazê-lo e as ruas continuam sujas. Todos recebem uma consciência com a qual julgar o que é certo ou errado. Em todos os momentos de nossa vida, a consciência ou está funcionando bem ou está adormecida.

Qual o propósito da vida? O propósito de nossa vida é a criação de um mundo maravilhoso na superfície desse lugar que a humanidade chama de lar, a Terra. Como seres humanos nascidos na Terra, devemos fazer disso nosso objetivo e meta. A fundação básica desse movimento é o espírito do que o Fundador Morihei Ueshiba disse com estas palavras: “A realização da nossa missão na vida, enchendo-nos de amor e reverência por toda a natureza.” Seguir esta orientação não é uma coisa difícil. Está em cada momento do tempo que vivemos, na forma como lidamos com eventos e acontecimentos de nossa vida diária de acordo com a verdade e a nossa consciência. O acúmulo dessas experiências forma o caminho que nos leva ao auge e coletivamente forma a plataforma de construção do Céu na Terra.

FURIMIRU

Não há problema em admirar a técnica de seus superiores, mas não deve se esquecer de olhar mais longe, em direção ao auge, incorporando o espírito de que “Aiki é amor”.

Texto extraído do livro “A Iluminação através do Aikido” de Kanshu Sunadomari,

tradução Shihan Wagner Bull

Um pensamento sobre “O Caminho para o Auge

  1. Ya sabemos que el Aikido no es muy distinto de la vida. Como no dejamos por el camino los grandes momentos que nos ofrece nuestro caminar; así como dejamos transcurrir un día cualquiera sin pena ni gloria -nos levantamos, vamos a trabajar, llegamos a casa, nos vamos a dormir-, en nuestra práctica regular del Aikido no somos capaces de darnos cuenta del auténtico valor y sentido de la práctica. En demasiadas ocasiones los practicantes asisten a una clase de Aikido por la mera rutina adquirida, y vemos ese río sin agua del que no se puede extraer ni una gota . Seco y sin vida, aunque con la forma establecida de aquél que un día contenía vida.

    En alguna ocasión leí alguna entrada sobre “¿Por qué un alto % de alumnos abandonan la práctica al adquirir el Shodan? Creo que no dista mucho de por qué somos infelices con la vida que llevamos. Nos cegamos, obsesionados con el final del camino, con nuestras metas, pero perdemos realmente la consciencia de la importancia del camino que recorremos. El orgullo y la arrogancia del cinto negro no nos deja ver más allá. Claro que está bien admirar a nuestros mayores, pero no debemos olvidar nuestro propósito.

    Siempre digo a los practicantes: ” disfruta, déjate llevar por las sensaciones que te provoca mi acción/reacción, cierra los ojos y respira, sólo así será capaz de entender lo que estamos haciendo. Lejos de la técnica que practiquemos, esto es mucho más grande!”

    Este creo que es nuestro propósito en el Aikido, que Tori y Uke sean “Uno”. Y este creo que es nuestro propósito en la Vida, entender que con nuestras particularidades, y a pesar de que quieran que pensemoslo contrario, somos todos hermanos.

    Saludos.

    T.L.S

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s