O segundo princípio – Nikyo

Recentemente postamos um artigo que falava do Ikyo (o primeiro princípio) e agora vamos falar um pouco sobre o Nikyo que é o segundo princípio do Aikido. Esta técnica é uma das primeiras que ensino no meu dojo. Gosto de apresenta-la rapidamente para meus novos alunos para que eles possam entender praticando o que eu digo que no Aikido tanto o nague (aquele que executa) como o uke (aquele que recebe) treinam juntos. Vejo nesta técnica o princípio do treino em conjunto.

Claro que antes de iniciar esta prática eu acredito ser necessário fazer um bom alongamento dos pulsos. É fundamental que o aluno faça este alongamento de forma correta, para evitar lesões. Também oriento todos os alunos a treinarem a calma no momento de aplicar e receber esta técnica, para que não haja imprevisto. Deixo claro que rapidez não é (e nunca foi) sinônimo de eficiência. Muitas pessoas confundem rapidez com fluidez. São coisas bastante distintas.

Mas voltando ao princípio de que esta técnica mostra como é importante o treino em conjunto. Discutir a eficiência do Nikyo em si, eu acredito ser uma bobagem, é uma torção muito eficiente aplicada no pulso, que quando aplicada corretamente causa um incomodo muito grande a quem recebe, levando-o ao chão. Acredito que mais importante que a eficiência de levar o uke para o chão, é a importância de mostrar (principalmente ao uke) como devemos sentir a energia que esta vindo de encontro ao nosso corpo. Percebo que muitas pessoas que recebem um nikyo tentam erroneamente resistir a dor e ficar em pé. Muitas dessas pessoas acreditam que estão ajudando no treino, mas na verdade estão a um passo de machucar seu pulso.
No Aikido, nós não treinamos para sentir dor, não somos masoquistas. A dor faz parte do processo de aprendizado, mas nem de longe é o nosso principal objetivo. Por isso oriento aos meus alunos que ao receber um nikyo (e qualquer outra torção) que tentemos acompanhar o sentido da energia que estamos recebendo. Isto vale  para toda e qualquer técnica do Aikido, tentar acompanhar o movimento. É isto que faz o Aikido ficar fluído e eficiente.

Quando consigo mostrar este lado do Aikido, posso afirmar com certeza que na nossa arte existem apenas vencedores, não há vencidos. Todos trabalham em perfeita harmonia para alcançar seus objetivos pessoais. É este o principal objetivo que tenho para praticar uma arte marcial.

(@Varela_San)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s