Gratidão

Nestes anos que estou no caminho, presenciei muitas atitudes esquisitas dentro do Aikido. Já vi atitudes hostis, desconfiadas, temerárias, insolentes e até desrespeitosas. Mas a que mais me causa impacto é a ingratidão. Eu mesmo já fui ingrato com pessoas que estavam me ajudando pelo caminho, passei um bom tempo convivendo com algo amargo no coração, e depois de um longo tempo consegui entender o tamanho do erro que havia cometido. O engraçado é que o maior estrago foi feito para mim, e não para quem eu fui ingrato. Acho que isso é a beleza que a vida nos reserva, quando temos a atitude de analisar os fatos sob um novo prisma, acabamos vendo com mais facilidades os nossos próprios erros e descobrimos que os maiores prejudicados pelos nossos erros de conceito, somos nós mesmos.

Recentemente, eu ajudei um grupo a encontrar um local para praticar Aikido. Fui pessoalmente ao local, e fui eu que tratei de todos os tramites neste tipo de negociação, tais como: o preço do aluguel do espaço, os dias que o grupo teriam para treinar, itens do contrato, dia do pagamento do aluguel, enfim todos os tramites foram negociados por mim. Inclusive meu nome consta no contrato de locação deste espaço. Porém, passado algum tempo acabei saindo deste grupo, e voltei para minha antiga escola. É impressionante como as pessoas desse grupo que ajudei, simplesmente se esqueceram da minha ajuda. Nem sequer um email de obrigado recebi, e sempre que poderiam expressar qualquer tipo de sentimento de gratidão, ignoram.

Depois que vivi este momento, acabei entendendo ainda mais o sentimento que causei nas pessoas quando tive um comportamento parecido com este, até certo ponto, bem inferior a este grau de comprometimento, mas o que de fato importa é a ingratidão em si. Os sentimentos que sinto por esta ingratidão, se misturam entre o inconformismo e a perplexidade. Hoje eu sei (ou penso que sei), que a gratidão é uma das maiores dadivas do ser humano. Quando se é grato, temos uma vida mais feliz, pois temos consciência que o mundo a nossa volta também conspira a nosso favor e não que estão todos contra nós. Quando somos gratos, tornamos o mundo mais feliz.

Quanto aos meus “amigos” que ajudei e que não souberam dizer “obrigado”, espero de todo coração que vivam felizes e que um dia encontrem sentido naquilo que estão “discursando”. Que a prática supere o discurso, que quando pregarem gratidão, saibam de fato do que estão falando.

Domo arigatô!

(@Varela_San)

Um pensamento sobre “Gratidão

  1. ¡Qué grade Varela_San! Son sabias las palabras que pronuncias. Es aquello de “siembra y ya recogerás”, aunque por desgracia, en demasiadas ocasiones llegan antes los cuervos y se comen la cosecha.

    Entiendo perfectamente el calado de tu sentimiento, la ingratitud es una actitud que nos rodea. Un escritor francés llamado François De La Rochefoucauld decía que “casi todo el mundo paga gustoso los favores pequeños; muchos agradecen los medianos; pero es raro que no se corresponda a los grandes favores con la ingratitud”. Aún así, a pesar del duelo que supone pasar por estos desengaños, no creo que sea justo dejar de hacer el bien con nuestros semejantes por la desidia de unos cuantos.

    Hace ya cuatro años que dejé de forma traumática mi anterior familia marcial, y tenía claro que no me volvería a involucrar del mismo modo, pero es imposible luchar contra tu propio instinto. Mi mujer, Varela_San, dice que me gusta complicarme la vida, pero no creo que sea eso, lo veo más como el efecto boomerang, todo lo que hagas te retorna. Así la generosidad te hace crecer emocionalmente, y la ingratitud va apagando luces de nuestro interior.

    ¡Ánimo y no decaigas! Una pequeña chispa es la que hace que prenda un gran fuego.

    Gracias por tu trabajo dentro y fuera del tapiz,. Es la vida que hemos elegido: Es el Código Samurai.

    Saludos.

    T.L.S

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s